Questão 850 – Pontuação

Assunto: Pontuação

(INSTITUTO AOCP/MJSP/ANALISTA DE GOVERNANÇA DE DADOS (BIG DATA) /2020)

O cinzeiro

 

Mário Viana

 

Procura-se um martelinho de ouro. Aceitam-se indicações de profissionais pacientes e com certa delicadeza para restaurar um cinzeiro que está na família há mais de cinco décadas. Não se trata de joia de valor financeiro incalculável, mas de uma peça que teve seus momentos úteis nos tempos em que muita gente fumava. Hoje, é apenas o símbolo de uma época.

Arredondado e de alumínio, o cinzeiro chegou lá em casa porque meu pai o ganhara de presente de seu patrão, o empresário Baby Pignatari – como ficou mais conhecido o napolitano Francisco Matarazzo Pignatari (1917- 1977). Baby misturou na mesma medida as ousadias de industrial com as estripulias de playboy. No corpo do cinzeiro destaca-se um “P” todo trabalhado em relevo.

Nunca soube direito se meu pai ganhou o cinzeiro das mãos de Baby ou de sua mulher, a dona Ira – era assim que a princesa e socialite italiana Ira von Furstenberg era conhecida lá em casa. Só muitos anos depois, já adulto e jornalista formado, descobri a linha de nobreza que fazia de dona Ira um celebridade internacional.

[…]

Pois esse objeto que já passou pelas mãos de uma princesa – italiana, mas principessa, que diacho – despencou outro dia do 12º andar até o térreo. Amassou, coitado. A tampa giratória ficou toda prejudicada E o botão de borracha que era pressionado também foi para o devido beleléu.

Mesmo assim, não acredito em perda total. Tenho fé em que um bom desamassador dê um jeito e devolva o cinzeiro, se não a seus dias de glória, pelo menos a uma aparência menos miserável. É o símbolo de uma trajetória, afinal de contas, há que respeitar isso.

Praticamente aposentado – a maioria dos meus amigos e eu deixamos de fumar –, o cinzeiro ocupava lugar de destaque na memorabilia do meu hipotético museu pessoal. Aquele que todos nós criamos em nosso pensamento mais secreto, com um acervo repleto de pequenos objetos desimportantes para o mundo.

Cabem nessa vitrine imaginária o primeiro livro sério que ganhamos, com a capa rasgada e meio desmontado; o chaveiro que alguém especial trouxe de um rolê mochileiro pelos Andes; o LP com dedicatória de outro alguém ainda mais especial; uma caneca comprada na Disney; o calção usado aos 2 anos de idade… e o velho cinzeiro carente de reparo.

Adaptado de: <https://vejasp.abril.com.br/cidades/mario-viana-ocinzeiro/>. Acesso em: 10 set. 2020.

 

Em relação à pontuação empregada no último parágrafo do texto, assinale a alternativa correta.

A) A vírgula (,) indica uma pausa longa, encerrando o período.

B) As reticências (…) indicam que a fala do autor foi interrompida por alguém.

C) O ponto e vírgula (;) enuncia pausa mais forte em um trecho longo no qual já existe vírgula.

D) O ponto e vírgula (;) indica a elipse de verbos.

E) Em todas as suas ocorrências, o ponto e vírgula (;) poderia ser substituído por ponto (.) sem que isso causasse prejuízo sintático ou semântico ao parágrafo.

CONTINUE PRATICANDO

Temos um grupo no WhatsApp onde compartilhamos várias questões de português para concursos diariamente. Acesse e participe: https://chat.whatsapp.com/FH04UeTAeZB80sHgSVAlmO

Receba nossas questões também pelo aplicativo Telegram, acesse e participe:https://t.me/portuguesparaconcursos

Convido você a conhecer nosso canal do YouTube. Nele você encontrará várias questões de concursos de várias disciplinas.Estamos começando agora e contamos com sua inscrição pra continuar trazendo mais conteúdos.

DICAS DE PORTUGUÊS

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, entre com seu nome aqui