HomePortuguêsDicas de PortuguêsComplemento nominal, para que serve?

Complemento nominal, para que serve?

Entenda a função do complemento nominal e sua importância na oração. Exemplos de complemento nominal. Frases com complemento nominal.

Publicidade

Presente e muito usado na gramática da língua portuguesa, o complemento nominal tem uma função importante na composição da oração. Quer compreender melhor o seu uso e seu lugar na oração? Confira abaixo dicas importantes para aprender a identificá-los. 

Complemento nominal 

O complemento nominal faz jus ao seu nome. Sua função é complementar o sentido de um nome, que pode ser um substantivo, adjetivo ou advérbio, sempre por meio de uma preposição.  

  • O juiz agiu favoravelmente ao réu. 
  • Minha mãe ainda não comprou o presente de dias das crianças. 
  • Minha irmã vive perto de um lago. 
  • Eu estou consciente de tudo que eu fiz. 
  • Meus filhos morrem de medo do escuro
Publicidade

Receba dicas e questões de Português pelos nossos grupos do WhatsApp e Telegram!

 WhatsApp  Telegram

Como pode ser observado acima, o complemento nominal acrescenta  sentido à frase. Se uma pessoa tem medo, ela tem medo de algo, e esse algo é explicitado com o complemento nominal. 

Propaganda

Para exemplificar bem a função do complemento nominal vamos pegar o exemplo acima. O substantivo “notícias” precisa de um complemento para que a frase não fique sem sentido. Essa seria a função do complemento nominal. Ao inseri-lo, a oração pode ser compreendida plenamente. 

Agora você já sabe a função e importância do complemento nominal em uma oração. Seu uso é crucial para um pleno entendimento do que o locutor quer passar. Além dele, há também o complemento verbal, mas isso fica para outra hora. Quer conhecer mais a língua portuguesa e esclarecer dúvidas? Basta clicar nesse link que você será redirecionado para a nossa página recheada de dicas que vão te ajudar na hora de prestar concurso público.  

Publicidade
Publicidade
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, entre com seu nome aqui